Desde quando o gentleman e querido Didu Russo começou a escrever em seu blog e na sua fanpage do Facebook sobre os Micro-Terroir-Istas eu já fiquei apaixonada pela história deles. Agora que os conheci pessoalmente, de paixão se transformou em um caso de amor.

Mas o que são os Micro-Terroir-Istas?

Eles são jovens, bonitos e sua principal preocupação é o terroir e extrair o que de mais qualidade e especial a terra possa oferecer. Estudam o que há de mais moderno, sustentável e principalmente consciente para a produção de seus vinhos.

Em um destes encontros de amigos regado é claro, a muitos vinhos (sim gente eles são amigos), que se apoiam, compartilham informações entre eles e aprendem uns com os outros, perceberam o tanto que tinham em comum e resolveram juntar forças e criar os Micro-Terroir-Istas. Na verdade formalizaram o que já faziam de certa forma e informalmente nos bastidores.

Os Micro-Terroir-Istas são a união de 6 vinícolas uruguais: El Legado, Viña Eden, Viña Progreso, Antigua Bodega Stagnari, Bracco Bosca e Casa Grande e sua principal definição é: “Os Micro-Terrois-Istas surge como um projeto de definição com seres humanos focados na terra e seus resultados como qualidade de vida. Une pessoas mas sobretudo conceitos e consciência. Um entendimento natural de cada uma de nossas regiões. Seis conceitos se unem através de nossas vinícolas para criar um entendimento maior que pretende compartilhar o DNA de cada terroir e demonstrar que é possível bebê-lo em uma taça de vinho. A mensagem de nosso micro-terroir ao mundo.”

A ideia é mais que diferenciar-se pelos seus tannats, a principal identidade dos Micro-Terroir-Istas é se diferenciar pelo terroir. Entende-se por terroir não somente a terra, mas um conjunto que compõem clima, a forma de cultivar a terra, poda e práticas enológicas aplicadas proporcionando características distintas deste lugar.

Nos dois dias que acompanhei o trabalho deles no Brasil, vi algo difícil de se encontrar; vi um respeito mútuo, preocupação uns com os outros, cooperação e principalmente um brilho no olhar de cada um ao apresentar seus vinhos. Eles realmente tem o espírito de se somarem para mostrar ao mundo o que eles tem de melhor e que lindamente nos presentearam com a oportunidade de conhecê-los.

Cada vinícola possui seus encantos e particularidades pois estão localizados geograficamente em pontos diferentes. Pode-se dizer que é uma viagem pelo terroir de todo Uruguai. São seis conceitos diferentes mas que juntos traduzem uma mensagem de consciência com a terra nos mostrando que há tannats e tannats tão diferentes que nós brasileiros estamos acostumados e que o Uruguai é muito além disso.

A cada vinícola, você conhece uma parte do Uruguai, mas não da forma tradicional, mas se trata de conhecer a essência e simplicidade de que só quem ama a terra conhece, a verdadeira beleza como é de verdade.

Nas próximas semanas, falaremos de cada vinícola e fiquem atentos pois os Micro-Terroir-Istas estão com muitos projetos e logo vem novidades por aí.

Um agradecimento especial ao Didu e a Fabiana Bracco da vinícola Bracco e Bosca que me recebeu com um lindo sorriso que só mulheres bonitas, inteligentes e bem resolvidas conseguem dar.